Após uma semana nos Estados Unidos, divulgando o potencial da indústria criativa brasileira, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, retornou ao Brasil, nesta segunda-feira, com boas notícias para o setor cultural. O segmento audiovisual vai receber mais investimentos de grandes estúdios e empresas americanas. A Netflix estabeleceu como meta, até 2020, produzir pelos menos dez séries brasileiras por ano.

Sá Leitão esteve na sede da empresa, em Los Angeles, onde se reuniu com o vice-presidente de Aquisição de Conteúdo, Erik Barmack, o executivo-chefe de Conteúdo, Ted Sarandos, a diretora de Produção, Carol Turner, e a diretora de Políticas Públicas na América Latina, Paula Pinha.

O Brasil é hoje o terceiro maior mercado da Netflix no mundo, atrás somente dos Estados Unidos e do Reino Unido.

O ministro também se reuniu com 20 executivos dos seis maiores estúdios cinematográficos do mundo, integrantes da Motion Pictures Association of America. Durante o encontro, os executivos mostraram interesse em ampliar a atuação e os investimentos no Brasil.

 

Relacionados

Compartilhe

(1) Reader Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>