Livros — 06 março 2018
A Tenda Vermelha

Um romance bíblico que dá voz às mulheres do Antigo Testamento. Em “A Tenda Vermelha”, Anita Diamant reescreve os passos de Dinah, única filha de Jacó – os outros eram homens – e Lia, que é apenas citada brevemente no livro dos Gênesis. Sua história é trágica. Segundo a Bíblia, foi abusada e humilhada por Siquém. Mas na trama de Anita Diamant, seu destino ganha outros ares e sua presença no Egito, força.

Apesar de narrado por Dinah, o livro dá foco à conexão entre as esposas de Jacó e as tradições femininas, bem guardadas na tenda vermelha. O local, aliás, era usado pelas mulheres quando iriam dar a luz, quando estavam doentes ou durante seus ciclos menstruais. Na época, acreditava-se que cabia aos homens dar valor ao trabalho braçal e continuidade à família com sentimentos de honra e respeito. E às mulheres cabia o título de guardiãs dos segredos e dos acontecimentos marcantes da história do clã.

Imaginando as conversas e os mistérios mantidos dentro dessa tenda exclusivamente feminina, Anita Diamant oferece um olhar privilegiado sobre a vida diária das quatro esposas de Jacó e sobre o convívio com Dinah. O olhar feminino é o diferencial deste livro, que já foi traduzido para 25 países e, em 2014, virou uma minissérie (disponível na Netflix), Lifetime Channel, que tem Rebecca Ferguson (O Rei do Show) no papel de Dinah.

“A Tenda Vermelha”’ chega às livrarias pela editora Verus.

Sobre a autora: Anita Diamant é autora de cinco romances e seis guias dobre os costumes judaicos, além de jornalista premiada, com trabalhos publicados em importantes veículos de comunicação americanos.

A Tenda Vermelha
Autora: Anita Diamant
Tradução: Maria Luiza Newlands Silveira | Marcia Claudia Reynaldo Alves
Editora: Verus
Páginas: 294
Preço: R$ 39,90

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>