A Agência Nacional do Cinema – ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram o resultado final da primeira edição da Chamada Pública PRODECINE 12/2017 – coprodução Brasil-México, lançado em parceria com o IMCINE – Instituto Mexicano de Cinematografia.

No Brasil, foram habilitados para concorrer na fase de seleção dois projetos, apresentados por produtoras brasileiras na condição de coprodutoras minoritárias. Pelo lado mexicano, concorriam quatro projetos com participação majoritária brasileira apresentados por seus parceiros mexicanos.

O coprodutor minoritário brasileiro vencedor do edital receberá, em reais, um valor equivalente a 150 mil dólares, visando à contratação de operações financeiras, exclusivamente, na forma de investimento. O mesmo valor será investido pelo IMCINE em um projeto apresentado por coprodutor minoritário mexicano.

Os projetos foram analisados pela Comissão de Seleção de acordo com os seguintes critérios: Qualidade técnica, cultural e artística do projeto; Relevância do projeto para a integração das indústrias cinematográficas de ambos os países; Relevância da participação artística e técnica do país minoritário na coprodução.

Segue o resultado final:

Projeto de Coprodução Minoritária Mexicana a ser apoiado pelo IMCINE, por meio do FOPROCINE

– Projeto a apoiar

“Centro da Terra”, dirigido por Gabriel Seabra de Melo Mascaro, apresentado pelo produtor minoritário mexicano Vinay Cine, com Desvia Produções Artísticas e Audiovisuais na qualidade de coprodutora majoritária brasileira.

– Projeto suplente

“Perro Negro”, dirigido por George Walker Torres, apresentado pelo produtor minoritário mexicano Imagem y Sonidos, com Grafo Audiovisual na qualidade de coproductora majoritária brasileira.

Projeto de Coprodução Minoritária Brasileira a ser apoiado pela ANCINE

– Projeto a apoiar

“Baile dos 41″, dirigido por David Pablos, apresentado pelo produtor minoritário brasileiro Bananeira Filmes, com Mexico City Project na qualidade de coprodutora majoritária mexicana.

– Projeto suplente

“Estanilao”, dirigido por Alejandro Guzmán, apresentado pelo produtor minoritário brasileiro Big Bonsai Brasilis , com Animal Tropical na qualidade de coprodutora majoritária mexicana.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>