Trailers TV Revista de Cinema — 21 junho 2018
Tungstênio

Tungstênio é o novo filme do diretor brasileiro Heitor Dhalia. Baseado no livro homônimo de Marcello Quintanilha, premiado por unanimidade em thriller no Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême, na França, o longa chega aos cinemas brasileiros no dia 21 de junho.

A obra é protagonizada por Fabrício Boliveira, Samira Carvalho, Zé Dumonte Wesley Guimarães, além de ser narrada pelo ator Milhem Cortaz.

Com produção da Paranoid, coprodução da Globo Filmes e Canal Brasil, e distribuição da Pagu Pictures, Tungstênio traz quatro personagens para o centro da narrativa. Baiano, nascido em Salvador, o ator Fabrício Boliveira vive Richard, um policial que atua movido por seus instintos, custe o que isso custar. A modelo Samira Carvalho, que faz seu debut nos cinemas na pele de uma das personagens mais complexas da trama, é a linda Keira, mulher de Richard, mas que ameaça o tempo todo abandonar o marido. Zé Dumont faz o papel de Seu Ney, um ex-sargento do exército, saudoso de sua vida na caserna. Já Wesley Guimarães, como Caju, é um pequeno traficante cujo principal interesse é sobreviver mais um dia.

Ainda completam o elenco principal Pedro Wagner, como Liece e Sérgio Laurentino, como Poró, criminosos que se utilizam de explosivos para pescar, fazendo parte de uma parcela da sociedade que acaba se relacionando com o crime para cumprir suas atividades. Já Milhem Cortaz, em seu segundo trabalho com Dhalia, traz sua voz marcante para a narrativa.

Os protagonistas de Tungstênio se veem imersos em uma trama aparentemente banal, mas cuja escalada em tensão os conduz à negação dos próprios sentimentos. Em uma busca desenfreada por escolher os caminhos que lhes pareçam mais corretos, os personagens inevitavelmente enfrentam conflitos pessoais diante da impossibilidade de seguir à risca suas escolhas racionais.

A Paranoid fez um trabalho minucioso de pesquisa, que trouxe para Tungstênio diversos ângulos da cidade de Salvador, como a Praia da Boa Viagem, o Forte de Nossa Senhora de Monte Serrat, os bairros da Ribeira, da Gamboa de Baixo e Massaranduba, o Largo da Calçada e a Ponta de Humaitá, entre outros.

O livro de Marcello Quintanilha, que é considerado um dos principais quadrinistas brasileiros, foi adaptado para o cinema pelo próprio autor e também pelos roteiristas Marçal Aquino e Fernando Bonassi. O projeto de Heitor Dhalia conta ainda com Guel Arraes como produtor associado.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>