Circuito e Spcine Play fazem programação especial com filmes dirigidos por mulheres

Embora a data comemorativa seja 8 de março, o Circuito Spcine e a Spcine Play preparam uma programação em homenagem ao Dia Internacional da Mulher ao longo de todo o mês. O foco do especial são filmes dirigidos por mulheres.

Para a cineasta Laís Bodanzky, que acabou de assumir a presidência da Spcine, é uma ótima coincidência chegar na empresa no mês da mulher e durante a divulgação de um especial como este. “Nós, mulheres no audiovisual, apesar de marcarmos presença em diversas funções executivas e de criação, somos poucas na direção. Então, qualquer iniciativa que jogue luz sobre elas, como a do Circuito e da Spcine Play, é necessária e muito bem-vinda”.

O primeiro destaque vem da sessão Quarta na Faixa, que acontece sempre às quartas-feiras, às 19h, na sala Spcine Roberto Santos. Até 27 de março, quatro filmes de sucesso internacional marcam lugar na programação do espaço. São eles: “Encontros e Desencontros”, de Sofia Coppola, que será exibido em 6/3, “Lady Bird: A Hora de Voar” (13/3), de Greta Gerwig, “O Jardim Secreto”, de Agnieszka Holland, e “Domando o Destino” (27/3), de Chloé Zhao.

A sala do Circuito Spcine ainda exibe a animação “Valente”, em 9/3, sábado, às 15h, com entrada gratuita. O filme, dirigido por Brenda Chapman e Mark Andrews, conta a história de uma princesa que quebra o protocolo do reino depois que uma competição é organizada para escolher seu futuro marido.

Duas outras salas do Circuito também entram na programação especial. Na Spcine Olido, entre 7 e 13 de março, será exibido o documentário “My Name is Now, Elza Soares”, que conta a trajetória de vida e carreira da intérprete. Entre os seus sucessos, está o álbum “A Mulher do Fim do Mundo”, além de canções que viraram marca registrada, como “A Carne” e “Se Acaso Você Chegasse”. A direção é de Elizabete Martins Campos.

Também estão programados nestes dias, tanto na Spcine Olido como na sala Paulo Emilio, no Centro Cultural São Paulo, os curtas “Guaxuma”, “Dia Estrelado” e “Sem Coração”. Eles compõem um programa da cineasta Nara Normande sobre histórias humanas e sensíveis.

Ainda na sala Paulo Emilio, haverá uma sessão em 9 de março, às 17h, com os curtas-metragens “Experimentando o Vermelho em Dilúvio”, “Tea for Two” e “Peripatético”. Um debate com as realizadoras Michelle Mattiuzzi, Julia Katharine e Jessica Queiroz acontece na sequência.

A plataforma de vídeo sob demanda da Spcine também comemora a efeméride. A primeira novidade é a formação de uma estante exclusiva com 11 curtas-metragens de diretoras brasileiras, todos para assistir gratuitamente. “Deusa”, de Bruna Callegari, “Irmãos Mai”, de Thais Fujinaga, e “Quem Matou Eloá”, de Livia Perez, estão entre os títulos.

A equipe da Spcine Play também realizou curadoria de diversos filmes dirigidos por mulheres que estão disponíveis na Looke. Eles ficarão em destaque na plataforma www.spcineplay.com.br e estarão disponíveis até 1º de abril pela metade do preço, tanto para locação como para download. Integram a lista filmes como “O Banquete”, de Daniela Thomas, “Animal Cordial”, de Gabriela Amaral, “À Queima Roupa”, de Theresa Jessouroun, “Sinfonia da Necrópole”, de Juliana Rojas, e “Doces Poderes”, de Lucia Murat.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>