Série documental “Amores Cubanos” estreia no Canal Brasil

Em 1992, na seleção de personagens para seu primeiro curta documental, Alice de Andrade entrevistou 40 casais prestes a se casar. 80 rapazes e moças apaixonados falaram à cineasta de seus amores, sonhos e esperanças, com uma franqueza extraordinária. Na época, pouco depois da dissolução da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), apesar do implacável racionamento, o governo permitia que os noivos comprassem bebidas e comida para suas festas de casamento. A eles, também, era concedido o direito de passar 72 horas em lua de mel em hotéis de luxo, que na época eram reservados somente aos turistas. Quase três décadas depois, “Amores Cubanos” reencontra alguns desses casais, juntos ou separados, em Havana ou mundo afora, para contar suas histórias de amor, tendo como pano de fundo as transformações que a sociedade cubana atravessa. A atração estreia no Canal Brasil na segunda, dia 9 de novembro, às 17h30.

A série narra a busca da diretora por seus personagens ao redor do planeta, e cada episódio se concentra na história de vida e amor de um casal, compondo um mosaico de destinos que revela a história recente da ilha. Confrontados com suas imagens e palavras da época, em vídeos gravados às vésperas de seus casamentos, 27 anos atrás, os personagens irão navegar entre risos e emoções, revelando histórias de vida surpreendentes, em um país que não se parece com nenhum outro, num contraponto instigante com o globalizado mundo contemporâneo.

Amores Cubanos mostra o que ficou, o que ruiu e o que brotou da Cuba revolucionária, atravessando a névoa do preconceito, desarmando rachas entre ‘direita’ e ‘esquerda’, mirando no coração do espectador.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>