Trailers TV Revista de Cinema — 08 dezembro 2020
Todos os Mortos

Salloma Salomão, músico, ator e dramaturgo, autor da trilha sonora premiada em Gramado e consultor de roteiro e montagem de Todos os Mortos, refletindo sobre o filme, presume que os diretores Caetano Gotardo e Marco Dutra se fizeram a pergunta “quando foi definida a sociedade brasileira atual?”, para dar origem ao roteiro do longa, que estreia nos cinemas dia 10 de dezembro.

Ambientada em São Paulo, entre 1899 e 1900, a história de Todos os Mortos se passa onze anos após o fim do período escravagista e está centrada nas mulheres de duas famílias – uma branca, os Soares, e outra negra, os Nascimento, interpretadas por Mawusi Tulani, Clarissa Kiste, Carolina Bianchi e Thaia Perez.

O jovem Agyei Augusto é um dos protagonistas do filme, que também tem participações especiais da cantora Alaíde Costa e do ator Thomás Aquino, ambos premiados com os Kikitos de atores coadjuvantes em Gramado, além da atriz portuguesa Leonor Silveira.

Todos os Mortos é uma produção da Dezenove Som e Imagens, de Sara Silveira (homenageada na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo deste ano com o prêmio Leon Cakoff) e Maria Ionescu, com coprodução da Good Fortune Films, da França.

O longa estreou na Competição Oficial do Festival de Berlim e teve exibição especial na 44ª Mostra Internacional de Cinema, além de ganhar três Kikitos no Festival de Gramado. Participou da seleção oficial dos festivais de San Sebastián, Biarritz, Pingyao, Riga, Viennale, Cork e Huelva, e ganhou o prêmio de Melhor Filme na Mostra Silvestre do IndieLisboa.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>