Como os artistas das regiões Norte e Nordeste estão se reinventando durante a pandemia? Como fazer girar a economia criativa neste momento de crise sanitária nos estados dessas regiões? Essas são algumas questões que serão discutidas nesta quinta-feira (25), às 19h, ao vivo, no programa Quintas do Cine PE, no YouTube do festival.

A curadoria e a mediação dessas conversas, que contam com o apoio da Lei Aldir Blanc, são de Alfredo Bertini, diretor do Cine PE. Nessa edição, o debate vai trazer especificidades das linguagens do audiovisual, da música e do teatro.

O primeiro convidado da conversa é Almir Rouche, cantor e compositor com 34 anos de carreira. Com a pandemia, o artista vem promovendo lives no estilo voz e violão e tem se engajado em causas que considera fundamentais, como a solidariedade àqueles profissionais que compõem o mercado da cultura.

Já Emanoel Freitas, artista, diretor, gestor e produtor cultural, atuante na cidade de Belém, deve falar a partir da sua experiência no teatro. Freitas possui MBA em Gestão Empresarial pela Universidade da Amazônia. É também coach certificado pela SBCoaching, e especialista em Gerontologia pelo Instituto Albert Einstein.

E, para completar o papo, Bertini vai conversar também com Vânia Lima, sócia-fundadora do grupo Têm Dendê Produções, que atua na área de criação e produção audiovisual. Com um trabalho sediado na Bahia, o grupo possui 21 anos de atividades e uma cartela de obras produzidas e coproduzidas no Brasil, Estados Unidos, Panamá, Costa Rica e Dinamarca.

Na próxima semana, dia 4, o tema será “Produzir conteúdo televisivos ou investir em modelos prontos?”, com André Sady, do Canal Brasil, e Gustavo Almeida, da EPC/TVPE.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>