Cinefantasy exibe 119 filmes e homenageia Helena Ignez
Helena Ignez

O filme “As Almas que Dançam no Escuro”, de Marcos DeBrito, fará sua première no CineFantasy (Festival Internacional de Cinema Fantástico), que realiza sua 12ª edição a partir dessa quinta-feira, 9 de setembro, e prossegue até dia 19. Durante onze dias, serão exibidos 119 filmes, oriundos de 34 países das Américas (Latina e Anglo-Saxã), Europa, Ásia, África e Oceania. O evento acontece on-line (só em Fortaleza, capital do Ceará, haverá edição presencial, no Cineteatro São Luiz).

A atriz e cineasta Helena Ignez é a homenageada da edição desse ano. Por isso, além de protagonizar junto às filhas Paloma Rocha, Sinai e Djin Sganzerla, uma “live” especial, ela terá alguns de seus filmes exibidos no Cinefantasy. Os selecionados são “A Miss e o Dinossauro”, “Canção de Baal”, “Feio, Eu?”, “Luz nas Trevas”, “Ossos”, “Poder dos Afetos”, “Reinvenção das Ruas”. Será exibido, também, o documentário “A Mulher de Luz Própria”, de Sinai Sganzerla, que registra a trajetória da atriz baiana, desde os tempos soteropolitanos, passando por São Paulo (cenário do “Bandido da Luz Vemelha”), Rio de Janeiro, onde ela ajudou Sgnazerla e Bressane a fundar a Belair, Londres e Índia. Todos os filmes helênicos serão mostrados na plataforma Spcine Play.

O festival traz títulos inéditos ou premiados em festivais nacionais e internacionais, como o vencedor de Gramado, “Carro Rei”, de Renata Pinheiro, “Jim Button e os 13 Selvagens”, de Dennis Gansel, melhor filme para jovens no Bavarin Film, o boliviano “Anomalia”, de Sergio Vargas Paz (melhor roteiro no Grand Prêmio FantLatam), “Rendez-Vous”, de Pablo Olmos Arrayales, premiado em festivais mexicanos e laureado como melhor filme (e melhor atriz) no Grand Prêmio FantLatam 2021.

Além de exibir 119 filmes de curta e longa-metragem, o Cinefantasy promoverá atividades complementares, todas online e gratuitas. Temas como “Assédio no Cinema” estarão em debate. Haverá workshop sobre Roteiro Cinematográfico, Processo Criativo e Afrofuturismo, além de exposição virtual (“Elas Estão Comigo”, de Daniela Távora), que apresenta uma série de obras sobre relações artísticas e influências que mulheres exercem nas trajetórias umas das outras. Aliás, esse ano, pela primeira vez, a curadoria e os júris do Cinefantasy foram compostos apenas por nomes femininos.

Os filmes premiados receberão o troféu José Mojica Marins. Para a categoria Fantastic Black Power será atribuído o troféu João Acaiabe, em homenagem ao ator de “O Dia em que Dorival Encarou a Guarda” e de tantos programas na TV Cultura.

As produções brasileiras concorrem a vários prêmios de parceiros institucionais do festival. Além disso, os melhores filmes brasileiros de curta e de longa-metragem serão indicados ao disputado Prêmio FantLatam, láurea internacional oferecida pela Alianza Latinoamericana de Festivales de Cine Fantástico.

 

Cinefantasy – Festival de Internacional de Cinema Fantástico
Data: 9 a 19 de setembro
De forma híbrida, na plataforma Innsaei.TV (https://innsaei.tv) e sessões presenciais em Fortaleza (Cineteatro São Luiz)
Serão exibidos filmes da Alemanha, Argentina, Áustria, Austrália, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Coréia do Sul, Costa Rica, El Salvador, Espanha, Estados Unidos, Etiópia, França, Grécia, Guatemala, Honduras, Hungria, Índia, Indonésia, Itália, México, Nicarágua, Noruega, Panamá, Peru, Reino Unido, Rússia, Tailândia, Taiwan e Turquia
Programação gratuita

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>