Marcos Jorge filma continuação de “Estômago”

Começaram, em abril, as filmagens de “Estômago 2 – O Poderoso Chef”, continuação do longa “Estômago”, grande sucesso de crítica e público em 2008. A fantástica jornada de Raimundo Nonato e suas aventuras filosófico-culinárias seguem sob a direção de Marcos Jorge, com roteiro dele mesmo e de Lusa Silvestre, os mesmos criadores da história original. Paulo Miklos e Nicola Siri completam o elenco.

A história se passa quinze anos depois do primeiro filme, e mostra mais da vida de Nonato Alecrim na cadeia e o que acontece quando ele sai da prisão, finalmente solto, em uma estadia na Itália.

O filme está sendo rodado em locações no sul do Brasil e terá cenas gravadas na Itália, em paisagens deslumbrantes da região do Lácio. Estão no elenco, além dos atores João Miguel e Paulo Miklos, Nicola Siri, Marco Zenni, Rodrigo Ferrarini, Fábio Silvestre, Guenia Lemos e participação especial de Projota. O time de atores fica completo com participações italianas que entram na trama durante a parte internacional das gravações. O lançamento do longa está previsto para o segundo semestre de 2023, e a distribuição é da Paris Filmes.

Embora seja uma sequência, o novo filme se diferencia do anterior. Se no primeiro filme a baixa-gastronomia e os princípios básicos da culinária foram a grande estrela da mesa, em “Estômago 2″, a alta gastronomia será tratada de maneira original e peculiar. A trajetória do protagonista será narrada em dois momentos fundamentais: sua estada na cadeia (seu aprendizado de malandragem e culinária e as muitas relações que daí decorrem) e sua posterior estadia na Itália (onde se relaciona com integrantes da famosa Cosa Nostra, a máfia siciliana). Assim como seu antecessor, o longa em produção também utilizará recursos da comédia-dramática com pitadas de humor ácido.

O diretor e roteirista Marcos Jorge diz que escreveu o argumento de “Estômago 2″ atendendo a inúmeros pedidos ouvidos no decorrer dos anos para que a saga de Nonato Alecrim tivesse continuidade. “Pelo carinho com que as pessoas se referem ao primeiro filme, percebi que o personagem de Raimundo Nonato ainda tinha muito a oferecer aos seus fãs. A história me veio fácil, quase como se o próprio personagem a estivesse sugerindo”, conta. Lusa Silvestre se arrisca em dizer que o roteiro do 2 talvez esteja melhor que o do primeiro, e garante que está certamente mais engraçado.

A produtora Cláudia da Natividade conta que a história apresenta uma série de episódios hilariantes, e, ao mesmo tempo, próximos da realidade enfrentada por diversos imigrantes. Quanto às sequências de preparação de comida, que no filme são muitas e muito importantes, será dado um tratamento especial para as imagens. A luz, os enquadramentos, os movimentos de câmera, entre outros, devem ser bonitos e plásticos, valorizando os ingredientes e a preparação dos pratos, enquanto as situações desta preparação devem ser extremamente próximas da realidade da trama na cadeia, com cozinhas sujas, instrumentos inadequados, recipientes velhos e amassados. ”O que se deve procurar é um contraste forte entre tratamento estético e ação realística, de maneira a criar imagens extremamente originais e impactantes das receitas praticadas por Nonato. E, é claro, deixar os espectadores com água na boca”, observa.

Assim como no primeiro filme, “Estômago 2″ é uma coprodução Brasil-Itália. No entanto, dessa vez, ao contrário da anterior, estão previstas filmagens nos dois países. No Brasil, elas ficam a cargo da produtora Zencrane e, na Itália, da Alexandra Cinematografica, fundada em 1955 e com mais de 40 longas produzidos, em um currículo que inclui diretores como Federico Fellini, Claude Chabrol, entre outros.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>