Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo anuncia premiados
“Quando os Dias Eram Eternos”, de Marcos Vinícius Vasconcelos

Em cerimônia realizada na Cinemateca Brasileira de São Paulo, na noite da última sexta-feira, 2 de setembro, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo anunciou os filmes premiados de sua 27ª edição, que teve início em 24 de agosto e segue até domingo, dia 4, na capital paulista. Sem caráter competitivo, o evento conta com apoiadores e colaboradores na distribuição de diferentes prêmios e troféus para os realizadores participantes.

O público que acompanhou o festival pode votar e eleger os filmes favoritos nas mostras principais da programação (Mostra Brasil, Internacional e Latino-Americana). Os dez mais votados da Mostra Brasil serão exibidos em duas sessões diferentes neste sábado, dia 3, às 19h e 21h, no Museu da Imagem e do Som (MIS). Os dez curtas internacionais (incluindo os latinos) preferidos desta edição serão reapresentados no domingo, dia 4, também em duas sessões diferentes no MIS, às 17h e 19h. Os selecionados são:

MOSTRA BRASIL

“Estado Itinerante”, de Ana Carolina Soares (MG)
“Fotográfrica”, de Tila Chitunda (PE)
“Galeria Presidente”, de Amanda Gutiérrez Gomes (SP)
“Impeachment”, de Diego de Jesus (ES)
“Índios No Poder”, de Rodrigo Arajeju (DF)
“O Delírio é a Redenção dos Aflitos”, de Felipe Fernandes (PE)
“Pele de Pássaro”, de Clara Peltier (RJ)
“Quando os Dias Eram Eternos”, de Marcos Vinícius Vasconcelos (SP)
“Quem Matou Eloá?”, de Lívia Peres (SP)
“Retalho”, de Hannah Serrat (MG)

MOSTRAS INTERNACIONAL E LATINO-AMERICANA

“237 Anos”, de Ioana Mischie (Romênia, França)
“A Banheira”, de Tim Ellrich (Áutria)
“O Adeus”, de Clara Roquel (Espanha)
“No Estacionamento”, de Juliana Orea Martínez (México)
“Fuga”, de Pierre Le Gall (França)
“Clandestinos”, de Fabio Palmieri (Itália)
“As Coisas Simples”, de Alvaro Anguita Araya (Chile)
“Madame Black”, de Ivan Berge (Nova Zelândia, Reino Unido)
“Timecode”, de Juanjo Giménez (Espanha)

Confira abaixo os curtas vencedores deste ano: 

PRÊMIO ITAMARATY

Melhor curta brasileiro: “Quando os Dias Eram Eternos”, de Marcos Vinícius Vasconcelos (SP) 

PRÊMIO REVELAÇÃO

Melhor curta brasileiro de cursos de cinema ou audiovisual: “Sesmaria”, de Gabriela Richter Lamas (UFPel – RS)

PRÊMIOS AQUISIÇÃO CANAL BRASIL DE INCENTIVO AO CURTA-METRAGEM

“Retalho”, de Hannah Serrat (MG) 

PRÊMIOS SESCTV PARA NOVOS TALENTOS

Melhor filme brasileiro de diretor estreante: “Sesmaria”, de Gabriela Richter Lamas (RS)
Melhor filme internacional de diretor estreante: “Um Documentário”, de Marcin Podolec (Polônia)

PRÊMIO AQUISIÇÃO CURTAS TNT

Melhor curta brasileiro de ficção: “Lá do Alto”, de Luciano Vidigal (RJ)

PRÊMIO TV CULTURA

Melhor curta do Panorama Paulista: “Orquestra Invisível Let´s Dance”, de Alice Riff (SP) 

PRÊMIO CANAL CURTA! E PORTA CURTAS

Melhor curta dos Programas Brasileiros: “Abigail”, de Valentina Homem e Isabel Penoni (PE)

TROFÉUS E DESTAQUES

PRÊMIO VERMELHA – SPCINE

Melhor curta dos Programas Brasileiros dirigido ou codirigido por uma mulher: “Estado Itinerante”, de Ana Carolina Soares (MG)
Menção Honrosa: “Fotográfrica”, de Tila Chitunda (PE) 

TROFÉU ABCA “O KAISER” PARA MELHOR ANIMADOR

“Vaysha, A Cega”, de Theodoro Ushev (Canadá)

TROFÉUS “BORBOLETA DE OURO” – DESTAQUES LGBT

Prêmio especial: “Antiman”, de Gavin Ramoutar (Guiana)
Melhor curta Internacional: “Azul”, de Kaira Paköz (Turquia)
Melhor curta brasileiro: “O Chá do General”, de Bob Yang (SP)

MENÇÃO TV CULTURA PARA NOVOS TALENTOS

“Maioridade” (Oficina ‘Nóis na Fita’)
“Eu Mesma” (Oficina ‘Nóis na Fita’)

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>