Trailers TV Revista de Cinema — 17 setembro 2021
Um Lugar para Todo Mundo

Dados do Unicef revelam que existem mais de 93 milhões de crianças com deficiência em todo o mundo – quase metade delas está fora da escola. A outra metade está na luta pelo direito de frequentar uma educação que não as discrimina e as separa das demais crianças. Em “Um Lugar para Todo Mundo”, quando Emílio, uma criança de 3 anos, está prestes a ingressar na escola, sua família se depara com as barreiras do sistema educacional que mais discrimina nos Estados Unidos: as escolas públicas da cidade de Nova York. Na luta para garantir o direito de Emílio à uma educação inclusiva, ela investiga histórias pessoais e inspiradoras que denunciam muitas injustiças.

Uma coprodução entre a produtora estadunidense Rota6 e a produtora Maria Farinha Filmes, “Um Lugar para Todo Mundo” será lançado na semana do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, 20 de setembro ,às 23h59, no GNT. Dirigido por Olivier Bernier, pai de Emílio e diretor da produtora Rota6, o filme também será exibido na TV Cultura e ficará disponível nas plataformas Globoplay, iTunes, Google Play, YouTube Filmes, Net Now, Vivo Play, Videocamp e Ping Play. No Videocamp e Ping Play é possível assistir ao filme com acessibilidade completa.

O filme reúne especialistas como Thomas Hehir, Diretor em Educação Especial nos Estados Unidos; Sara Jo Soldovieri, Advogada do National Down Syndrome Society; Lori Podvesker, Diretora do Disability & Educational Policy; David H. Rose, co-criador da Universal Design of Learning; Sue Swenson, Deputy Assistant Secretary for Special Ed-Services e Richard A. Carranza, Chancellor of NY Public Schools.

“Um Lugar Para Todo Mundo” propõe que a sociedade entenda o valor de garantir o direito à uma Educação Inclusiva e de qualidade para todas as crianças, e se junte à caminhada para uma realidade onde nenhuma criança fique de fora da escola.

Com première no Human Rights Film Festival em maio, o longa, que foi premiado com o Hernandez/Bayliss Prize for Triumph of the Human Spirit no Middlebury Film Festival e selecionado pelo New Orleans Film Festival e pelo ACT Human Rights Festival, na Colorado State University, tem o apoio institucional global da Human Rights Watch.

A rede de apoio do documentário conta ainda com importantes organizações como Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, Ministério Público de SP, FBASD (Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down), Fundação Itaú Social, Instituto Unibanco, Escola de Gente, Instituto Rodrigo Mendes, ANEC (Associação das Escolas Católicas), LEPED Unicamp, Talento Incluir, Instituto de Pesquisa Amankay, Instituto Avisa Lá Formação Continuada de Educadores, Comunidade Educativa CEDAC e Mais Diferenças.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>