TV Brasil estreia série documental “Arqueologias, em Busca dos Primeiros Brasileiros”

A partir de 11 de junho, às 9h, a TV Brasil leva ao ar a série documental “Arqueologias, em Busca dos Primeiros Brasileiros”. Com exibição semanal inédita na emissora pública, a produção revela quem foram os primeiros habitantes do país antes dele se chamar Brasil, de onde vieram, como chegaram a esse pedaço do continente e como viviam. Dirigido por Ricardo Azoury, o seriado é composto por seis episódios de 45 minutos.

Durante o programa, os documentários destacam que, por muitos anos, o Brasil foi considerado um país cuja história e passado não ultrapassavam a barreira de sua descoberta pelos portugueses, no século XV. No máximo, acatava-se a tese oficial, servindo para todos os povos das Américas, que projetavam a chegada do homem ao continente pelo Estreito da Beríngia há cerca de 15 mil anos.

Mas o seriado mostra que esta hipótese é hoje bombardeada por evidências que projetam o Brasil em um novo patamar de ciência e de história. A passagem e eventual fixação de grupos caçadores-coletores-pescadores e populações ceramistas ao longo da costa e do interior das terras brasileiras deixou vestígios que resistiram ao tempo.

Esses vestígios são a matéria-prima e o ponto de partida para a produção da série. Realizados em localidades diversas e distintas do Brasil, os documentários têm como tom e estilo a investigação lúdica que alinha a curiosidade do público, o olhar estético do fotógrafo e o empenho de pesquisadores de campo, em busca desse que terá sido o primeiro brasileiro.

Produzido pela Escrevendo & Filmes, o seriado tem início com o episódio “Amazônia 10 Milhões” ao desmontar teorias de que a maior floresta tropical do planeta sempre foi um mundo desprovido de civilização. Escavações ao longo da bacia amazônica desmentem a velha ideia do paraíso intocado e puro.

Durante o episódio de estreia, a atração revela que muita gente vivia na Amazônia, há milhares de anos. Pessoas que conseguiram a proeza de tirar riquezas e sustento da terra, manejando terrenos e transformando seu mundo, sem destruí-lo.

Análises do solo, pinturas rupestres e decorações em cerâmicas são meios pelos quais os arqueólogos podem perceber características marcantes da vida primitiva. Por meio de depoimentos de pesquisadores e arqueólogos, “Amazônia 10 milhões” mostra como a arqueologia ajuda a entender a ocupação das populações em regiões tropicais ao longo de milênios.

“Caçadores Coletores”, “Arte”, “Engenheiros”, “Sambaquis” e “O Verão de 1500” são os episódios seguintes que completam a série documental.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>