Livros — 15 janeiro 2020
O Céu que nos Oprime

As convicções de Johannes são colocadas em cheque depois que o estudante da Juventude Hitlerista descobre o segredo dos pais: eles escondem uma menina judia durante a ocupação de Viena. A relação clandestina dos dois jovens é o mote de O Céu que nos Oprime, livro da escritora Christine Leunens que conquistou o diretor de cinema Taika Waititi. Em Jojo Rabbit, elogiada adpatação que concorre ao Oscar em seis categorias, este dramático romance histórico é transformado numa divertida sátira.

A partir do abraço inocente de uma criança às crenças naziztas, as nuances do cotidiano de uma família austríaca são retratadas no romance histórico de Christine Leunens. O Céu que nos Oprime (Ed. Bertrand Brasil) é narrado em primeira pessoa pelo protagonista Johannes Betzler, desde a época da anexação da Áustria ao Reich alemão, no fim da década de 1930. A partir do ponto de vista do menino, o leitor acompanha a ascenção de Hitler e sua derrota, a ocupação do país austríaco pelas forças aliadas até a sua desocupação. O romance examina verdades e mentiras nos níveis político e pessoal, revelando os aspectos mais sombrios da alma humana.

Sobre a autora: Christine Leunensé autora de três romances traduzidos para dezessete idiomas. O Céu que nos Oprime tornou-se um best-seller internacional, com direitos de tradução adquiridos em mais de vinte países, e serviu de inspiração para o filme Jojo Rabbit, estrelado por Sam Rockwell e Scarlet Johansson. A autora mora na Nova Zelândia com o marido e os filhos.

O Céu que nos Oprime
Autora: Christine Leunensé
Tradução: Roberto Muggiati
Editora: Bertrand Brasil
Páginas:
252
Preço: R$ 42,90

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>