No próximo dia 8 de dezembro, terça-feira, às 16h, via Zoom, acontecerá a 4ª e última conferência gratuita do ciclo Audiovisual sem Fronteiras deste ano, que discute oportunidades e desafios para 2021, com a temática: “O que vem depois? Tendências para o audiovisual no mercado e na educação”. A iniciativa é realizada pelo Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (ICAB) e o Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual (FORCINE).

Destinada a realizadores, estudantes, pesquisadores e demais agentes da cultura e da indústria, a conferência tem como objetivo estimular uma visão propositiva que articule os rumos possíveis para o mercado. Entre as questões que devem ser debatidas, estão as articulações políticas e a formação profissional, diante da necessidade de caminhos inovadores, que sejam capazes de driblar imprevistos como os vivenciados com a pandemia em 2020.

Com mediação Mauro Garcia, presidente executivo da BRAVI – Brasil Audiovisual Independente e diretor executivo do ICAB, o painel contará com a participação de Alfredo Manevy, gestor e especialista em políticas culturais, professor de cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pesquisador na Babelsberg FilmUniversitat, Alemanha; Gabriela Rocha, advogada do escritório Leite, Roston, Chaves & Saciotto, especialista em direito do entretenimento e propriedade intelectual; Mariana Loterszpil, diretora do canal TECtv, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação da Argentina, e presidente da ONG LatinLab; Paulo Cunha, doutor em Estudos Contemporâneos pela Universidade de Coimbra é professor do Departamento de Comunicação e Artes da Universidade da Beira Interior (UBI), em Portugal, onde dirige o Mestrado em Cinema, além de vice-presidente da Federação Portuguesa de Cineclubes, e Viviane Ferreira, advogada, sócia da Odun Filmes e presidenta da APAN – Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro.

Com coordenação acadêmica de Alessandra Meleiro, pós-doc em Film Studies e presidente do FORCNIE, a 4ª edição do ciclo de conferências Audiovisual Sem Fronteiras conta com apoio institucional da Brasil Audiovisual Independente (BRAVI), do Laboratório de Tradução Audiovisual da Língua de Sinais (LATRAVILIS/DPsi/UFSCar) e da Federação Portuguesa de Escolas de Cinema e Audiovisual (FECA).

As inscrições para participar do evento, com transmissões ao vivo nos idiomas português e espanhol, além de tradução em Libras, podem ser realizadas gratuitamente neste link. O ciclo Audiovisual sem Fronteiras ainda emite certificado de participação para os inscritos.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>