Trailers TV Revista de Cinema — 16 novembro 2021
Aleluia, o Canto Infinito do Tincoã

Durante seis anos a cineasta Tenille Bezerra acompanhou o cantor Mateus Aleluia em uma jornada que atravessa o documentário Aleluia, o Canto Infinito do Tincoã. O filme, distribuído pela Descoloniza Filmes, tem sua estreia durante a semana da Consciência Negra, no dia 18 de novembro.

Livre pensador, filósofo e poeta, Mateus Aleluia é um artista que como poucos consegue olhar dentro dos olhos do século, suas canções são reflexo de uma profunda ligação com a arte de viver. “O sonhador, o homem d’arte, é um anunciador daquilo que há de vir”, ele revela em uma das cenas do documentário que atravessa o início da sua carreira no grupo vocal “Os Tincoãs” e deságua na expressão artística atual de Mateus.

O filme transita entre Luanda e Cachoeira sem fazer distinção dos lugares, compondo uma geografia íntima, onde o tempo passeia e a todo momento se bifurca. E dialoga com o ponto de vista do personagem, suas memórias, criando um imaginário da sua visão de mundo, cuja expressão poética encontra abrigo no trabalho musical, e indo além, revelando um agudo pensador do Brasil nos dias atuais.

Aleluia, o Canto Infinito do Tincoã é uma produção da Sanzala Cultural e da Talismã Filmes, e marca a estreia de Tenille Bezerra na direção de longa-metragem.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>