Cinemateca Brasileira faz homenagem a Oscarito e Grande Otelo

Na cerimônia de reabertura da Cinemateca Brasileira, ocorrida em maio, a instituição anunciou nova identificação das suas duas salas de exibição. A sala Petrobras foi rebatizada com o nome do Oscarito e a sala BNDES ganhou o nome do ator Grande Otelo. Considerada a maior dupla de comédia do cinema brasileiro, Oscarito e Grande Otelo levaram milhões de espectadores aos cinemas para ver longas de grande sucesso como Carnaval Atlântida (1952), de José Carlos Burle, Matar ou Correr (1954), de Carlos Manga, Fantasma por Acaso (1946), de Moacyr Fenelon, e Aviso aos Navegantes (1950), de Watson Macedo.

A maior dupla de comédia brasileira estreou no cinema em 1935 com Noites Cariocas e conquistou o público com a paródia de Romeu e Julieta no filme Carnaval no Fogo (1949). A química e o timing cômico entre Oscarito e Grande Otelo nas telas de cinema garantiram o sucesso de várias chanchadas e ajudaram a estabelecer a Companhia Atlântida Cinematográfica como a maior produtora de filmes da época. Apesar de terem histórias de vida muito diferentes, ambos começaram suas carreiras artísticas no circo e no teatro. Talvez daí venha a comicidade do singular uso do corpo e da cadência única da fala dos dois.

À homenagem que a Cinemateca presta aos dois atores, foi acrescentado o filme Katharsys, de Roberto Moura, inédito no circuito comercial, que mostra a última atuação de Grande Otelo. Exibido no recente Festival de Ouro Preto, o longa foi filmado em película na virada dos anos 1990 e soterrado pelo desmanche do cinema brasileiro no governo Collor. Finalizado digitalmente neste ano de 2022, Katharsys é o primeiro título a ser exibido no programa. Sua história apresenta um realizador cinematográfico, (Breno Moroni), que conta as peculiaridades de três de seus filmes aos espectadores e depois os mostra, enquanto atravessa uma realidade cada vez mais instável, principalmente para um cinema de invenção, num circuito hegemonizado pelos grandes conglomerados internacionais.

 

Homenagem a Oscarito e Grande Otelo
Data:
15 a 17 de julho
Local: Cinemateca Brasileira – Sala Grande Otelo (210 lugares + 04 assentos para cadeirantes) – Área externa (400 lugares) – Largo Senador Raul Cardoso, 207 — Vila Mariana
Ingressos gratuitos e distribuídos uma hora antes de cada sessão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.