Prime Box Brazil estreia a comédia seriada “Necrópolis”

Imagine a ironia de um médico recém-graduado, que tem medo de cadáveres, ter de se tornar o mais novo legista do IML (Instituto Médico Legal) da cidade em que reside para se manter. Essa é a sinopse da nova série cômica original e inédita, intitulada Necrópolis, produzida pela Verte Filmes e Ausgang. Dividida em oito episódios, a atração estreia dia 23 deste mês, às 21h, no canal de TV por assinatura Prime Box Brazil.

Com as calças na mão, figurativamente, Richard (interpretado por Rafael Pimenta) vai ter de respirar fundo e abraçar sua alternativa profissional. É irônico, pois ele quase não conseguiu terminar a faculdade de medicina, de tão nervoso que ficava ao ter que lidar com corpos mortos. Tudo o que Richard queria era cuidar de pessoas vivas, se envolver com suas histórias e salvar suas vidas. Sem conseguir passar na residência, com o débito do financiamento estudantil batendo à porta e sem nenhuma outra opção de emprego, sua única escolha é passar seus dias sentindo o cheiro cadavérico em ambiente inóspito.

Pelo menos, Richard não está só. O IML é habitado por excêntricos personagens que variam entre amigos e antagonistas: Peterson (Eduardo Mendonça), médico administrador que trata o necrotério sucateado como uma espécie de startup; Rita (Kaya Rodrigues), delegada de polícia que busca no necrotério o próximo grande caso que alavancará sua carreira; Pietra (Joana Kannenberg), secretária que faz negócios escusos durante a noite; Oséias (Thiago Prade), técnico necropsista convicto de saber mais que todos sobre tudo; e Elisa (Gabriela Poester), menina que acordou no necrotério na hora de sua autópsia.

Necrópolis foi filmada em Porto Alegre e tem nos ambientes que simulam o IML o cenário principal da série. As locações incluem sala de autópsias montada em estúdio do Centro Técnico Audiovisual do Rio Grande do Sul (Tecna), salas de escritório, almoxarifado, recepção e corredores do Instituto do Livro e cozinha da Casa de Portugal. As gravações contaram com a presença de diversos figurantes e bonecos encarnando mortos, equipamento de rapel para simular a subida pós-morte ao céu e carros para cenas em movimento.

Gabriel Faccini divide o roteiro e direção do projeto com Tiago Rezende e Tomás Fleck.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>