Hermes Leal estreia série que investiga e denuncia as principais leis vigentes no país

“Na Força da Lei” é uma série documental em 13 episódios, com duração de 26 minutos cada, que investiga e denuncia como está ocorrendo a aplicação das principais leis vigentes no Brasil. Com cerca de 70 pessoas entrevistadas e filmagens em diferentes Estados do país, os documentários, muitos com um viés de jornalismo investigativo, têm o objetivo de mostrar as transformações na sociedade brasileira, nos últimos 30 anos, especialmente em razão da criação de novas leis e mudanças nas antigas, que aconteceram na redemocratização do país, após o período da ditadura militar (1964-1985).

Com roteiro e direção de Hermes Leal, a produção foi filmada nas regiões Norte e Nordeste, normalmente desassistidas pela lei e pela mídia. Com estreia no canal de TV por assinatura CineBrasilTV, em 12 de junho, a série ajuda a entender a importância de novas leis, especialmente referentes à proteção da mulher, em três casos diferentes – Lei Maria da Pena, contra o Feminicídio e contra o Assédio Sexual –, e seu impacto para a mulher e para a sociedade, assim como o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mas também novas leis que permitiram o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a mudança do nome social sem seguir os antigos padrões de gêneros masculino/feminino.

Revela ao espectador comum como essas leis foram fruto da redemocratização, como a Lei Maria da Penha, por exemplo, que só se concretizou após uma vítima sofrer, por vinte anos, com a impunidade do seu agressor, chamando a atenção de organizações internacionais. Da mesma forma, o projeto da Lei da Ficha Limpa só chegou à Brasília, porque estava sustentado por um documento com mais de um milhão de assinaturas. Por outro lado, investiga e denuncia a falha de uma lei antiga, a de Proteção Ambiental, que não tem impedido grandes desastres humanos e ambientais causados por rompimentos, como o caso de Mariana (MG) e Barcarena (PA).

Demonstrando como a força da lei atua no cotidiano, para que todos os brasileiros tenham efetivamente direitos iguais, um episódio é dedicado à investigação do cumprimento do Estatuto da Pessoa com Deficiência, que revolucionou a vida daqueles com mobilidade reduzida, obrigando os estabelecimentos comerciais a seguirem normas concretas e explícitas. E outro à aplicação do resultado da Lei da Cota Racial, que permitiu que índios e negros descendentes de quilombolas pudessem frequentar a UNB (Brasília) e a Universidade Federal do Tocantins (Palmas).

Explora ainda novas leis, como a Lei Carolina Diekmann, revelando como o mundo digital precisou de novas regras para novos tipos de crimes, como o de difundir imagens íntimas sem permissão, ou de expor em redes sociais preconceitos de raça, cor e sexo. Além de revelar, em dois episódios, as transformações das pessoas LGBTQIA+, com duas leis, a que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a de mudança do nome social, com personagens que vivem diretamente os efeitos dessas leis.

Assim como um episódio é dedicado à investigação do renascimento da Lei de Segurança Nacional, criada durante a ditadura militar, para impor censura e repressão, e que foi usada contra as manifestações de rua e os chamados “blackblocks”, durante os protestos de 2014. Por fim, um episódio sobre uma das leis mais necessárias no país, e a mais utilizada, a Lei de Defesa do Consumidor, para combater milhares de infracções cometidas no dia a dia.

O primeiro episódio de “Na Força da Lei”, produzida pela HL Filmes, do Tocantins, vai ao ar em 12 de junho, domingo, às 22h30, no CineBrasilTV.

Relacionados

Compartilhe

(0) Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>